segunda-feira, 21 de outubro de 2019

O Festival Internacional de Literatura Infantil desembarca mais uma vez em Garanhuns, a partir da próxima quinta-feira (24), para vivenciar o tema “Africanidades — um mundo de histórias e memórias”. O evento gratuito, idealizado pela Proa Marketing Cultural e Ferreira Costa, recebe o apoio da Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), e diversas entidades fomentadoras de cultura. Os supervisores da Seduc, Cristiane Rufino e Jertteson Messias, participaram hoje (18), de um almoço de lançamento do festival. O 5° Filig segue até 27 de outubro, no Centro de Produção Cultural do Serviço Social do Comércio (Sesc/Garanhuns).

De acordo com a supervisora das Salas de Leitura e Bibliotecas da rede municipal, Cristiane Rufino, o Filig promove contato com a leitura para os alunos de instituições municipais. “Nossa parceria com o Filig é intensa. Toda a Rede Municipal de Ensino, incluindo os professores das salas de leitura e bibliotecas, foi mobilizada para que o tema de Africanidades fosse estudado com dedicação. Foram estudados contos africanos, o que é ser negro e qual a história do povo no Brasil. Durante o festival, os estudantes e professores terão a oportunidade de mediar rodas de conversas com autores de livros”, comentou. 


As atividades do Filig vem sendo realizadas desde o mês de julho, com seminários de leituras direcionados para professores, bibliotecários, estudantes de pedagogia e letras, além de caravanas de leituras e apresentações artísticas nas escolas de comunidades quilombolas de Garanhuns. Os estudantes também estão recebendo livros sobre o tema abordado. A programação completa pode ser acessada no site: http://filigfestival.com.br/

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Depois de ser aprovado na Câmara Federal, o projeto de lei que dá prioridade a famílias vítimas de desastres naturais no programa Cartão Reforma foi admitido na Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) do Senado. A matéria segue, agora, para a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). O relator, senador Styvenson Valentim (Podemos-RN), votou a favor do projeto. Segundo ele, o repasse de recursos diretamente às vítimas é adequado para os casos em que não há necessidade de desocupação da área ou de reparcelamento do solo.

“O Programa Cartão Reforma foi criado, precisamente, para desburocratizar o acesso a recursos destinados à aquisição de materiais de construção, reforma, ampliação ou conclusão de unidades habitacionais. Nesse sentido, a inclusão das famílias atingidas por desastres naturais entre as prioridades de atendimento desse programa mostra-se uma medida de absoluta justiça”, afirmou.

Danilo Cabral apresentou o projeto em 2017, após as tragédias causadas pela chuva em Alagoas e Pernambuco. A proposta acrescenta essa alteração ao artigo 8º da lei à lei 13.439, para especificar os grupos familiares com prioridade de atendimento no âmbito do Programa, especificamente quem atenda aos requisitos citados. Em sua justificativa, Danilo Cabral, disse que cabe ao poder público o recebimento dos recursos, não havendo previsão legal de repasse diretamente para os cidadãos vítimas ao perderem suas moradias em razão de desastre natural.

“Neste ano de 2019, vários estados da federação já tiveram vítimas de desastres naturais, como por exemplo o que aconteceu no Rio de Janeiro e em Pernambuco. O que nós queremos é dar o direito dessas pessoas reconstruírem suas vidas”, explica o parlamentar. O Cartão Reforma oferece subsídio para que famílias de baixa renda comprem materiais de construção destinados para reforma, ampliação, promoção de acessibilidade ou à conclusão de imóveis. No Senado, a matéria tramita sob o número Lei 5.022/2019. Com informações da Agência Senado

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

O Governo de Pernambuco segue trabalhando para realizar as ações de contenção, limpeza e prevenção das manchas de óleo nas praias do litoral sul do Estado. Ao todo, já foram coletadas 71 toneladas de óleo nas áreas atingidas, nos últimos três dias. A Sala de Situação, criada pelo governador Paulo Câmara para tratar exclusivamente do tema, está comandando as ações junto à Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e CPRH.

Além de São José da Coroa Grande, Tamandaré, Sirinhaém, Barreiros, Rio Formoso e Ipojuca, também foram localizadas, neste domingo, manchas de óleo no município do Cabo de Santo Agostinho, nas praias de Itapuama e Pedra Xaréu; e na praia de Ilha Cocaias, em Suape. O efetivo do Governo do Estado, hoje, passou de 200 para 400 pessoas de diversos órgãos. Além dessa mobilização, cerca de 350 pessoas participaram das ações de limpeza nos municípios afetados. Para a operação deste domingo foram utilizados três helicópteros, 30 viaturas, sete caminhões, dois tratores e três barcos contratados pelo Governo do Estado.

Das 71 toneladas recolhidas, 60 já foram encaminhadas ao Centro de Tratamento de Resíduos (CTR), localizado em Igarassu, onde estão sendo descartadas corretamente. A pedido do Governo do Estado, o CTR Pernambuco estenderá o horário de funcionamento neste final de semana para receber a coleta especial.

Embora o Governo do Estado tenha se esforçado para realizar o trabalho de contenção do derramamento de óleo, o secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, voltou a cobrar que o Governo Federal supra as necessidades previstas no Plano Nacional de Contenção de Vazamento de Óleo. “O Governo Federal ainda não conseguiu identificar a origem do vazamento, mas precisamos que, efetivamente, sejam disponibilizados todos os equipamentos necessários para realizarmos o processo de contenção”, pontuou.

Para esta segunda-feira, Bertotti adiantou que o trabalho continuará dentro dos mesmos moldes. “Serão realizados novos sobrevoos pela manhã e vamos continuar monitorando o processo de recolhimento de resíduos”, reforçou.

DECISÃO – A Justiça Federal expediu, neste domingo (20.10), decisão que obriga a União a cumprir o previsto no Plano de Contenção de Desastres Ambientais, assumindo a parte que lhe cabe no trabalho de combate ao vazamento de óleo no litoral de Pernambuco, iniciativa pela qual o Governo Federal vinha sendo cobrado desde a identificação das primeiras manchas.

A ordem foi expedida pelo juiz plantonista Augusto César de Carvalho Leal, que concedeu a tutela de urgência postulada pelo Ministério Público Federal (MPF) em Ação Civil Pública movida contra a União e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Na decisão, o magistrado determina que a União adote imediatamente todas as medidas necessárias para contenção, recolhimento e adequada destinação do material poluente encontrado na costa “com foco na proteção de ecossistemas sensíveis de Pernambuco (manguezal, áreas de estuário, bancos de fanerógamas e recifes de coral)”.

O juiz estipulou ainda um prazo de 24 horas para que o Governo Federal  implante barreiras de proteção, realize o monitoramento de ecossistemas no território pernambucano e providencie os equipamentos de proteção individual (EPIs) aos voluntários, bem como recipientes de acondicionamento adequado do material recolhido solicitados pelo CPRH, além de atuar no resgate à fauna e flora atingidos. A decisão judicial adverte que o descumprimento de quaisquer das ordens contidas na tutela acarretará em multa diária de R$ 50 mil, além do risco de outras sanções legais. Fotos: Hélia Scheppa/SEI

sábado, 19 de outubro de 2019

A ALEPE – Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, realizou na última terça-feira, 8 de outubro de 2019, a solenidade em homenagem aos 30 anos de promulgação da Constituição do Estado, num evento que reuniu dezenas de deputados, ex-parlamentares, convidados, autoridades e familiares. Entre os homenageados estava o deputado Manoel Alves de Souza, que fez questão de estar presente nesta festa solene.

Os trabalhos foram abertos pelo presidente da Casa, Eriberto Medeiros, que destacou a importância da data para os pernambucanos, já que a Constituição de 1989 é um marco que deve ser lembrado por todos. Dr. Manoel Alves recebeu um certificado comemorativo e estava visivelmente emocionado pela merecida homenagem. Estiveram presentes no evento, o vereador Ronaldinho e Antônio Alves Aziz, filho do prefeito Ricardo que não pôde estar presente na solenidade.

Dr. Manoel foi o único saloaense que conseguiu assumir uma cadeira na Alepe até o presente momento e possui ainda um vasto círculo de amizade na cúpula da política pernambucana.

sábado, 19 de outubro de 2019

Para valorizar as bandas e fanfarras e a cultura musical nas escolas estaduais, o governador Paulo Câmara realizou, na manhã desta quarta-feira (16), a entrega de 1.652 instrumentos musicais e 1.652 estantes para partituras a 118 escolas das 16 Gerências Regionais de Educação (GREs), na quadra esportiva da Secretaria de Educação e Esportes. O investimento em todo o material é de cerca de R$ 2 milhões. Durante a solenidade, o governador defendeu que os avanços na educação dependem de um ambiente escolar harmônico, e a música contribui para isso.

“Valorizar as nossas bandas é valorizar a nossa cultura, nossa arte, nossa música, e é manter uma tradição cada vez mais viva, uma tradição que tem feito bem à educação de Pernambuco”, afirmou Paulo Câmara. Os kits de instrumentos musicais entregues aos gestores regionais contam com trompetes, trombones de marcha, trompa de marcha, bombardino e uma tuba, bombo drum, caixa tenor drum e prato de choque, totalizando 14 instrumentos e 14 estantes de partitura em cada conjunto.

Segundo Fred Amâncio, secretário de Educação e Esportes, só na rede pública estadual são mais de 300 bandas e fanfarras espalhadas por todas as regiões do Estado. “A gente nunca conseguiu fazer uma entrega tão grande, beneficiando tantas escolas. A educação é muito mais do que o português, a matemática; é o estudante participar do processo no dia a dia na escola, das atividades, e isso contribui para a vida deles. Nosso trabalho na área de música é muito mais do que aprender a tocar um instrumento. Por isso, este Estado faz, com certeza, um dos maiores trabalhos, com uma das maiores estruturas em redes de bandas e fanfarras de todo o Brasil. Nós valorizamos isso e esse momento é um símbolo”, defendeu o secretário.

Ronald Ferreira Barbosa de Souza, de 19 anos, já se formou na Escola Professor Agamenon Magalhães, em São Lourenço da Mata, mas hoje ajuda o regente da banda. De acordo com o jovem, as portas da escola estão sempre abertas à comunidade, o que contribui com a diminuição da violência, da criminalidade e do uso de drogas nos arredores. “A música mudou muito minha vida. Desde que a conheci, nunca mais consegui sair e, com certeza, quero fazer isso para o resto da vida. Esses instrumentos chegando agora na nossa escola vão ajudar bastante.

Várias pessoas estão entrando na banda, que está crescendo cada vez mais. A música muda a vida dos jovens”, contou Ronald, que toca instrumentos de sopro há cinco anos. A aluna do Ginásio Pernambucano, Vitória Laudelino, de 17 anos, toca percussão (prato) desde que ingressou no ensino médio, e acredita que a música foi responsável pela chegada de muitas novidades em sua vida.

“A música, para mim, é sinônimo de coisa boa. Conheci novas pessoas, novas coisas, não apenas sobre música, mas também levei para a vida. A música para mim é só um hobby, não pretendo seguir a carreira, mas quero levar os seus ensinamentos para a minha vida”, argumentou a estudante, que vai fazer ENEM este ano e quer cursar Administração. Estiveram presentes ao evento o deputado estadual Professor Paulo Dutra; Valdenízio Costa, gestor de ações culturais; Lourenço Maurício, presidente da Abanfare; além de secretários-executivos de Educação, gestores regionais de todo o Estado, professores, alunos e as bandas do Ginásio Pernambucano e do Rotary do Alto do Pascoal.

sábado, 19 de outubro de 2019

O prefeito de Saloá, Ricardo Alves, está mais uma vez na capital federal (Brasília), e de lá, mandou uma mensagem pelas redes sociais para a população do seu Município informando os objetivos da viajem. Segundo ele, sua estadia em Brasília está sendo muito produtiva e trará várias conquistas para a população. Muitas ações foram disponibilizadas e outras tiveram andamento, mas, os detalhes só serão revelados em breve, disse o gestor. “Hoje foi um dia muito especial para Saloá, resolvemos muitos assuntos pendentes e várias obras vou levar na bagagem, que anunciarei em breve para vocês. O trabalho não para, apenas está começando”, disse ele. O prefeito deverá está na cidade na próxima quinta-feira (17).