BREJÃO: MUNICÍPIO CONFIRMA O 10º CASO DE CORONAVÍRUS

domingo, 21 de junho de 2020

A Prefeitura Municipal de Brejão/PE, confirmou ontem, (20/06), mais um (01) caso testado positivo para o novo Coronavírus. Agora, o Município do Agreste totaliza a marca de 10 casos confirmados para a doença. A Secretaria de Saúde informou ainda, que o paciente esta bem, medicado e cumprindo isolamento domiciliar, conforme recomenda as autoridades de saúde. Além desse, houve também um caso descartado.

A administração lembrou que não se pode, em hipótese alguma, divulgar dados dos pacientes contaminados pela Covid-19, uma vez que preservam a integridade física dos mesmos, bem como a ética profissional e o sigilo é essencial. Pedem ainda que não julguem quem testou positivo, pelo contrário, enviem mensagens de apoio. Ressaltam a importância do isolamento social e do distanciamento, evitando sair de casa, só saindo em caso de urgência, e ao sair, usem a máscara, cada um fazendo a sua parte.

PREFEITURA DE GARANHUNS ENTREGA UNIDADE DE TRATAMENTO DA COVID-19 À POPULAÇÃO

quinta-feira, 18 de junho de 2020

A Prefeitura de Garanhuns entregou, nesta terça-feira (16), a Unidade de Tratamento Covid-19, que vai contar com 30 leitos de retaguarda de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. A estrutura, localizada no bairro Francisco Figueira (Cohab II), foi totalmente readequada para atender pacientes com quadro estável da Covid-19, encaminhadas de acordo com protocolos pré-estabelecidos de regulação. A entrega dos leitos aconteceu na noite de hoje, com a presença do prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, que também visitou as instalações da unidade.

Também acompanharam a visita o vice-prefeito Haroldo, a secretária municipal de Saúde, Nilva Mendes, e o secretário adjunto de Saúde Harley Davidson. O prefeito Izaías Régis destacou a importância do dispositivo para o enfrentamento à pandemia. “Foi um trabalho incansável para entregar uma grande estrutura, que vai oferecer qualidade no tratamento e recuperação de muitas pessoas. É uma obra para além da pandemia, que irá beneficiar milhares de garanhuenses”, pontuou o gestor municipal.

O prédio recebeu diversas adequações no piso, teto, parte elétrica e hidráulica, e instalação de rede canalizada para oxigênio; entre outras mudanças necessárias para seu funcionamento. Toda a obra foi submetida a avaliação do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE). No último mês, equipes estiveram trabalhando em três horários, durante todos os dias da semana, incluindo sábados, domingos e feriados. “Quero agradecer a todos os envolvidos para que essa estrutura fosse entregue. Aqui, os profissionais da área de saúde estarão atuando 24 horas por dia, para garantir a saúde da nossa população neste momento crítico”, pontuou a secretária municipal de Saúde, Nilva Mendes.

Durante a ocasião ainda foi apresentada uma nova ambulância, que vai integrar a frota municipal, sendo de uso exclusivo para o combate à pandemia do coronavírus, e ficará à disposição da Unidade de Tratamento Covid-19. Após a entrega, a unidade esteve aberta e também recebeu a visita de vereadores e outras autoridades do município.

Além dos leitos, a estrutura conta com um local específico para exames laboratoriais, sala de estabilização, radiografia, eletrocardiograma; e também de uma área para o atendimento humanizado e disponibilização de informações, por meio de boletins diários, para as famílias dos pacientes. Ainda foram instalados um gerador e um transformador, para garantir o fornecimento de energia elétrica, de forma que os tratamentos não sejam interrompidos por quedas de energia.

O local receberá uma equipe multiprofissional, formada por médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, farmacêuticos, assistentes sociais, técnicos de enfermagem, técnicos de radiologia, e demais profissionais da área de saúde. Além de contar com diversos equipamentos médico-hospitalares, tais como aparelhos de radiografia, eletrocardiograma, entre outros, que continuarão sendo utilizados após a pandemia, no Centro de Especialidades Médicas e de Diagnóstico (Cemig) do município.

SHOPPINGS REABREM COM 30% DA CAPACIDADE A PARTIR DO DIA 22

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Com o monitoramento constante e o controle do número de casos de infectados pelo novo Coronavírus, o Governo de Pernambuco anuncia o avanço de mais uma etapa do Plano de Monitoramento e Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19. A partir da próxima segunda-feira (22), os shopping centers poderão reabrir de forma controlada ao público (30% da capacidade), em horário reduzido, das 12h às 20h, seguindo novos protocolos de segurança, higiene e comunicação com os clientes. As demais lojas do varejo de rua também voltarão a funcionar, das 9h às 18h, horário já determinado para as de até 200 metros quadrados, que retomaram as atividades no início desta semana.

A construção civil, que estava operando com 50% de sua carga operacional desde o dia 8, agora funcionará com 100% do seu efetivo, tanto na Região Metropolitana do Recife (RMR) quanto nas cidades do Interior. Os 85 municípios do Agreste e da Zona da Mata (Norte e Sul) que apresentaram aumento na demanda por leitos de terapia intensiva, no entanto, continuarão sob monitoramento e não estão autorizados a ampliar as regras de flexibilização das atividades econômicas por enquanto. Estas cidades permanecem enquadradas na segunda etapa (conferir o detalhamento ao final do texto).

No caso dos shoppings, o acesso às áreas comuns deverá ser controlado pela administração. Além do horário restrito de funcionamento, só poderá haver um cliente para cada dez metros quadrados de área de circulação. As praças de alimentação só poderão funcionar para delivery e coleta. Dentro das lojas, assim como determinado anteriormente para o varejo de rua, a regra é 20 metros quadrados por cliente. Por exemplo: num estabelecimento de 200 m², deverá haver no máximo dez consumidores ao mesmo tempo no interior da loja. A equipe não entra no cálculo. 

Todas as orientações a respeito do funcionamento do comércio varejista e atacadista, construção civil, serviços médicos, salões de beleza, serviços de estética, concessionárias e empresas de locação estão disponíveis para consulta na internet, no site oficial www.pecontracoronavirus.pe.gov.br, na seção “protocolos setoriais para evitar a transmissão da Covid-19”. O processo de reabertura da economia foi dividido em 11 etapas, e tem se desenvolvido de acordo com os indicadores da saúde.  

RESTRIÇÕES NO INTERIOR: Como o comportamento da curva de contaminação no interior do Estado fez o Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19 estacionar em 85 cidades do Agreste e Zona da Mata, nas regiões de Caruaru, Garanhuns, Palmares e Goiana, essas localidades permanecem com seguindo as regras determinadas no calendário de flexibilização até o dia 10 de junho, quando voltaram a funcionar clínicas e consultórios médicos, odontológicos, fisioterapêuticos, psicológicos e veterinários.

Portanto, nas cidades enquadradas neste grupo, só estão autorizadas a operar lojas de material de construção e comércio atacadista (respeitando protocolos); delivery e drive thru do comércio varejista de rua e de shopping centers; construção civil com 50% de seu operacional e os serviços de saúde já relatados. Treinos de futebol profissional, no entanto, estão autorizados a acontecer.

CRITÉRIOS PARA REABERTURA: Desde o anúncio do Plano de Convivência com a Covid-19, no dia 2 de junho, têm sido considerados a relevância socioeconômica dos setores e os riscos que o retorno de cada atividade representa, no tocante à disseminação da doença. Todos os setores estarão sujeitos a novos protocolos de segurança, que são baseados em distanciamento social, regras de higiene e monitoramento e comunicação. 

O estudo que determina as etapas de convívio e reabertura das atividades econômicas foi produzido pelo Comitê Socioeconômico de Enfrentamento ao Coronavírus, do Governo do Estado, em diálogo com as federações de representações empresariais e a Consultoria Deloitte, que utilizou pesquisas de referência mundiais e nacionais. 

BREJÃO CONFIRMA O QUINTO CASO DE CORONAVÍRUS

terça-feira, 16 de junho de 2020

O boletim diário dessa terça-feira (16/06), da Secretaria de Saúde de Brejão, informou uma alta nos casos confirmados para a COVID-19, subindo de 2 para 5. Vale ressaltar que até o momento 2 pessoas estão totalmente recuperadas da doença.

Na nota, o Governo de Brejão disse que seguirá intensificando ainda mais as ações de combate e enfrentamento ao Coronavírus, no entanto, aproveita para reforçar a importância do isolamento social como umas formas mais eficientes para conter o avanço da pandemia. A Secretaria pede que as pessoas evitem sair de casa desnecessariamente, e se de fato precisar sair, não esqueçam de usar a sua máscara.

ÁRVORE CAI NO CENTRO DE PARANATAMA E ASSUSTA MORADORES

segunda-feira, 15 de junho de 2020

Moradores que residem no centro de Paranatama tiveram um grande susto na tarde desta segunda-feira (15), com a queda de uma árvore muito antiga que ficava na praça João Correia de Assis. Segundo foi apurado pelo Blog, no momento da queda chovia e ventava muito na cidade, e câmeras flagraram o momento exato quando a árvore foi arrancada. Apesar do susto, ninguém ficou ferido. Passado os contratempos, a prefeitura local começou a fazer a limpeza da rua.

CURVA DE CONTÁGIO DO CORONAVÍRUS CONTINUA CAINDO EM PERNAMBUCO

domingo, 14 de junho de 2020

O governador Paulo Câmara comandou reunião, na manhã deste domingo (14), com o Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 para avaliar os últimos dados da pandemia em Pernambuco. De modo geral, conforme as informações apresentadas pela Secretaria Estadual de Saúde, os números mostram que a curva de contágio continua em fase decrescente no estado.

“Avaliamos semanalmente os dados de comportamento da doença em todas as regiões do Estado. É possível afirmar que temos uma tendência de queda, de maneira geral, nos números de casos e óbitos, além de uma diminuição da demanda por serviços de saúde”, disse o governador.

Estiveram presentes à reunião os secretários Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico), Décio Padilha (Fazenda), André Longo (Saúde) e Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão). As informações repassadas são alguns dos parâmetros utilizados pelo Governo do estado para definir a estratégia de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Amanhã, o Plano de Convivência com a Covid-19 entra em sua terceira etapa com a reabertura do comércio de rua e de salões de beleza e estética. A retomada desses segmentos está liberada em todo o Estado com exceção de 85 municípios das regionais de saúde de Palmares, Goiana, Caruaru e Garanhuns. Essas cidades apresentaram alta demanda por leitos de terapia intensiva e permanecem com o varejo e os salões fechados.

GARANHUNS: MESMO COM 308 CASOS CONTABILIZADOS DE COVID-19, MOVIMENTO NO CENTRO É INTENSO

sábado, 13 de junho de 2020

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, informa que foi confirmado um óbito por Covid-19, neste sábado (13). Trata-se de um homem, de 84 anos, morador do bairro Aloísio Pinto, que já havia sido diagnosticado com a doença, e veio a óbito ontem (12), em hospital da rede pública estadual.

O boletim de hoje registra também a confirmação de três casos para Covid-19 no município. As pessoas que testaram positivo para Covid-19 estão em fase de isolamento/tratamento, e permanecem sob o monitoramento da equipe da Secretaria de Saúde.

Outros cinco casos foram descartados, após resultado de testagem laboratorial, e 27 casos seguem aguardando resultado, para posterior confirmação ou descarte da Covid-19.

Atualmente Garanhuns tem 308 casos confirmados de Covid-19. Deste total 21 pessoas vieram a óbito, 206 estão recuperadas após cumprir o período de isolamento domiciliar e não apresentar mais sintomas; e 81 pessoas que foram confirmadas com Covid-19 estão em fase de tratamento e/ou isolamento. Ao todo, 306 casos já foram descartados, após serem submetidos ao exame e obtiverem resultado negativo.

A Secretaria de Saúde reforça o pedido para que a população permaneça em casa! Se for necessário sair, faça o uso de máscara, lembrando também dos cuidados com a higiene. Todos aqueles que não estão envolvidos com os serviços essenciais devem cumprir as medidas de distanciamento social, de acordo com as orientações das autoridades sanitárias.

Mesmo com essa grande quantidade de casos confirmados, a cidade continua com um fluxo intenso de pessoas e veículos no centro, o que dificulta a contenção do vírus. Obs. A foto de capa da matéria foi feita na manhã deste sábado (13).

GOVERNO DIZ QUE FILA DE PACIENTES COM COVID-19 A ESPERA DE UTI NA REDE ESTADUAL ZEROU

domingo, 07 de junho de 2020

Após atingir um pico de mais de 300 pacientes com sintomas da Covid-19 aguardando vaga de UTI no mês de maio, a rede estadual de saúde conseguiu zerar, neste domingo (7), a fila por um leito de terapia intensiva voltado para Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Neste momento, de acordo com dados da Central de Regulação de Leitos, que é responsável pelo encaminhamento de pacientes aos estabelecimentos de saúde vinculados ao SUS, as solicitações ativas de pacientes com a doença têm disponibilização imediata de leito, já que a oferta é maior que a demanda.

“É importante destacar que Pernambuco, por já possuir uma rede de saúde robusta e com uma condição de suporte respiratório diferenciado, conseguiu garantir a assistência a todos os pacientes, mesmo enquanto esperavam momentaneamente por um vaga de terapia intensiva. Todas as nossas salas vermelhas das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e das emergências hospitalares contam com suporte de oxigêncio e respiradores, que inclusive foi reforçada durante os preparativos da rede para enfrentar a pandemia”, ressalta o secretário André Longo.

Para alcançar a marca de zerar a fila de UTI, o governo do estado e a Prefeitura do Recife realizaram, ao longo dos últimos meses, o maior esforço de abertura de leitos da história da Saúde Pública de Pernambuco. Além disso, durante o período de quarentena mais rígida, entre 16 e 31 de maio, o estado e a capital alcançaram os maiores níveis de isolamento social do país.

Pela gestão estadual, já foram colocados em funcionamento 1.543 leitos, distribuídos em 20 municípios, englobando todas as quatro macrorregiões de saúde de Pernambuco. Desse total, 688 são vagas em Unidades de Terapia Intensiva e 855 em enfermarias. Já a Prefeitura do Recife abriu sete hospitais de campanha e colocou para funcionar, nos últimos dias, cerca de 100 leitos, totalizando agora 864 vagas ativas, sendo 212 de UTI e 652 de enfermaria.

“Chegamos até aqui graças a maior operação política, sanitária e logística já registrada na historia da nossa Saúde pública. Em 18 de março, ao lado do prefeito Geraldo Júlio, anunciamos que iríamos abrir mil novos leitos para enfrentar a Covid-19. Hoje, somando Estado e Prefeitura da Capital já colocamos à disposição dos pernambucanos 2.407 leitos, sendo 900 de UTI e 1.507 de enfermaria. Vamos continuar reforçando nossa capacidade de atendimento para dar uma assistência digna à população”, afirmou o governador Paulo Câmara em pronunciamento neste domingo.

“Além deste grande esforço de abertura de leitos, esta marca que alcançamos hoje é fruto da decisiva colaboração dos pernambucanos, que entenderam a mensagem e adotaram um isolamento social mais rígido, além de medidas de proteção e  de distanciamento social que precisam continuar sendo adotadas com a reabertura gradual das atividades a partir da próxima segunda-feira (8)”, destaca André Longo.

A diminuição da pressão sobre a rede de saúde é uma tendência que está sendo observada nos últimos dias pela Central de Regulação de Leitos de Pernambuco. As solicitações de internação, que chegaram a mais 2,1 mil em meados de maio, reduziram mais de 30%, e chegaram a 1,4 mil na semana passada. Essa tendência de redução vem sendo observada ao longo das duas últimas semanas.

Também nas 15 UPAs estaduais, que são a principal porta de entrada da rede de urgência e emergência, a redução da curva epidêmica e da taxa de transmissão no Estado já está sendo sentida. Os atendimentos a pacientes com quadros respiratórios apresentaram uma queda de 60% na comparação de junho com maio deste ano, passando de 662 no dia 5 de maio para 269 em 5 de junho.

“Mesmo com dados positivos, ainda não é momento de relaxarmos. O governo de Pernambuco vai continuar fazendo sua parte, trabalhando para abrir novos leitos e criar as condições para que possamos prosseguir nossa caminhada rumo a uma nova normalidade. Com isso, a tendência é que possamos reduzir, ao longo dos próximos dias, a taxa de ocupação dos leitos”, finaliza André Longo. Atualmente a taxa média de ocupação dos leitos dedicados à Covid-19 está em 76%, sendo de 62% nos leitos de enfermaria e 96% nos leitos de UTI.

O secretário adiantou, na última sexta-feira (5), durante coletiva de imprensa transmitida pela internet, que novos leitos de UTI serão abertos, nos próximos dias, nos hospitais de Referência Covid-19 – unidade Olinda (maternidade Brites de Albuquerque); Mestre Vitalino, em Caruaru; e Dom Moura, em Garanhuns. Além disso, ventiladores de transporte estão sendo encaminhados para reforçar as salas vermelhas dos hospitais Regional de Ouricuri, Dom Moura, além da UPA de Caruaru e UPAE de Garanhuns. Fonte: Diário de Pernambuco

GARANHUNS: HOSPITAL PALMIRA SALES VAI RECEBER REPASSES DO GOVERNO FEDERAL

sábado, 06 de junho de 2020

A Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que iniciou reuniões junto ao Hospital Infantil Palmira Sales, conveniado ao Governo Municipal desde o ano de 2013, para definir a atuação, de forma articulada, da unidade filantrópica de saúde no auxílio ao enfrentamento da pandemia de Covid-19.

As tratativas incluem a destinação de um valor de 2.781.000,00 (dois milhões, setecentos e oitenta e um mil reais) em recursos repassados pelo Governo Federal, que devem ser aplicados prioritariamente em fins como a aquisição de medicamentos, suprimentos, insumos e produtos hospitalares; aquisição de equipamentos; realização de pequenas reformas e adaptações físicas, para o aumento da oferta de leitos; entre outras medidas de combate ao coronavírus. 

Considerando que a atuação complementar deve acontecer de forma articulada com a gestão municipal, foi sugerido pela Prefeitura de Garanhuns à direção do Hospital Infantil que os recursos fossem aplicados na implantação de 20 leitos de retaguarda na unidade, ampliando a oferta destes serviços no município.

CASO DO MENINO MIGUEL COMOVE O PAÍS

sexta-feira, 05 de junho de 2020

Miguel era filho único de Mirtes Renata Souza e morreu nesta terça-feira, dia 2, ao cair do nono andar de um prédio no bairro São José, no Centro do Recife. Ela que trabalhava no apartamento da patroa, no quinto andar, desceu ao térreo para passear com o cachorro e deixou o filho aos cuidados dela. A empregadora permitiu que o menino, de apenas 5 anos, entrasse no elevador sozinho para procurar a mãe, e ele acabou se perdendo no prédio: desceu no nono andar, onde fica uma área comum com os aparelhos de ar-condicionado, escalou a grade que protegia os equipamentos e caiu de uma altura de 35 metros.

Na quinta-feira, um dia após enterra o filho, a empregada doméstica desabafou sobre sua perda e sobre a responsabilidade de sua patroa na tragédia. “Ela confiava os filhos dela a mim e à minha mãe. No momento em que confiei meu filho a ela, infelizmente ela não teve paciência para cuidar, para tirar (do elevador).