dom, 28 de junho de 2020

Chegou ao fim esta semana, a promissora união política entre o grupo do ex-prefeito Zé Teixeira e o do empresário Zelandyo Monte Horebe. Depois de uma reunião entre os dois, os mesmos decidiram seguir rumos diferentes. A notícia rapidamente se espalhou e gerou uma enorme repercussão no Município de Paranatama e até mesmo no Agreste Meridional. A redação deste Blog entrou em contato com Zelandyo Monte Horebe, mas, ainda não foi respondida sobre os reais motivos da separação.

Já o ex-prefeito Zé Teixeira, gravou um áudio e divulgou nas suas redes sociais, comunicando a todos a sua decisão e os motivos que o levaram a desistir da união. Segundo Teixeira, o seu grupo político tem pré-candidato sim nas eleições que se aproximam, e pelo que ele deixou a entender será a sua esposa, caso ele (Zé Teixeira), não possa ser, fato que Zelandyo não aceitaria. Ele (Zelandyo), só concordaria ser vice, se o candidato fosse Zé Teixeira.

O ex-prefeito disse ainda estar muito triste, porque, pessoas do grupo de Zelandyo estavam com conversas e conchavos com o povo da situação, e segundo ele, traindo a oposição. “Se eu tiver que apoiar alguém, apoio a minha esposa, eu não estou aqui para ganhar eleição apusso não, o povo de Paranatama é quem vai me julgar”, completou Zé Teixeira.

“Hoje eu vou dormir mais sossegado, de que quando eu ia me deitar e ficava preocupado com o que ia dizer a esse grupo, o grupo Teixeira tem candidato para 2020”, finalizou. Com a separação do grupo Zé Teixeira/Zelandyo, o Município poderá ter três candidatos a prefeito, ou seja, o atual gestor Valmir do Leite, Zelandyo Monte Horebe e Zé Teixeira ou sua esposa.