ter, 26 de maio de 2020

O Município de Águas Belas/PE, distante 314 km da capital, vive momentos nebulosos. Não só pelo fato da dura pandemia que assola a cidade, fazendo mais de uma centena de casos positivos para a Covid-19, mas, pelo fato de o clima político está a flor da pela, envolvendo as autoridades do executivo e do legislativo. Tudo começou depois que três vereadores da oposição foram visitar um hospital de campanha que está sendo improvisado em uma escola na zona urbana.

Segundo esses vereadores, foram barrados por um funcionário da Prefeitura, que disse não ter autorização para deixa-los entrar. Daí, começou o bate boca. O episódio tomou conta das redes sociais e chegou até o Prefeito Luiz Aroldo, que acusa os oposicionistas de perseguição política e de terem o ameaçado de morte. De fato, a cidade dos índios Fulniôs vive momentos difíceis, e leitores deste Blog, estão pedindo a Deus que os políticos preocupem-se mais em combater o novo Coronavírus e deixem a política por mais uns meses de lado, já que a cidade contabilizava até esta segunda-feira (25/05), 137 casos confirmados e 8 óbitos de Coronavírus.