qui, 23 de janeiro de 2020

A Secretaria Municipal de Saúde participou, por meio da equipe de Atenção Básica e do Núcleo de Educação Permanente, na terça-feira (21), na sede da Universidade de Pernambuco (UPE) — Campus Garanhuns, de um encontro com estudantes do curso de medicina da instituição que vão integrar o internato médico do município. Ao todo, 16 alunos serão distribuídos em 12 Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), contando com a preceptoria de profissionais que já compõem o quadro da Rede Municipal de Atenção Básica.

Durante o encontro, os estudantes foram acolhidos pela equipe e também conheceram os dispositivos e serviços que fazem parte da Rede Municipal de Saúde. O objetivo é que as unidades sirvam como cenário para iniciação clínica dos internos, que poderão desenvolver projetos de intervenção, voltados para o fortalecimento da assistência em saúde da população.

Os alunos vão atuar durante o período de seis meses, passando também por outras áreas da secretaria. “A inserção dos alunos de medicina é de suma importância para a melhoria do cuidado que a rede já presta em um nível de excelência. Para isso capacitamos os preceptores; médicos e enfermeiros, e também adequamos a rotina das unidades para receber os alunos”, destacou o médico Ulisses Pereira, que também exerce a função de responsável técnico no município.

Este será o quarto ciclo de estudantes que vai integrar a equipe das unidades de saúde, evitando assim, o deslocamento dos internos para outras cidades do estado. “É uma parceria muito importante, visto que o objetivo é manter os alunos na cidade. Temos também o apoio da Prefeitura, que sempre busca aprimorar esta integração entre ensino e serviço”, destacou a coordenadora do curso de medicina e do internato médico, Ana Cristina Monteiro.

A secretária municipal de Saúde, Nilva Mendes, reafirmou o compromisso da pasta com o curso de medicina, proporcionando toda estrutura para que os estudantes possam colocar em prática o seu conhecimento acadêmico. “A população é a grande beneficiada com esta parceria, pois os alunos crescem e aprendem dentro das unidades, observando e atendendo as demandas do Sistema Único de Saúde. Nossos profissionais estão prontos para acolher e o serviço só tende a melhorar”, finaliza a titular da pasta.