DANILO CABRAL PROPÕE AMPLIAR QUARENTENA PARA EQUIPE ECONÔMICA

quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Após as recentes baixas na equipe econômica do governo Jair Bolsonaro, o deputado federal Danilo Cabral (PSB) apresentou projeto de lei para ampliar o prazo de quarentena para os agentes públicos que exercem cargos públicos relacionados à fiscalização, incentivo e planejamento da atividade econômica, administração financeira da União, bem como ao Sistema Financeiro Nacional.

Atualmente, o prazo é de seis meses. Ele se estenderia para um ano a contar da data da dispensa, exoneração, destituição, demissão ou aposentadoria. “A área econômica é responsável pela política tributária e de incentivos fiscais, desonerações, taxas de juros, operações de créditos, entre outros. São decisões cujos efeitos são de longo prazo e envolvem muitos interesses. Logo, quem delibera não pode estar sujeito às pressões indevidas”, justificou Danilo Cabral. 

Segundo o parlamentar, as decisões adotadas relacionadas à pauta econômica impactam de forma decisiva sobre a economia real, sobre a vida da população e sobre a soberania nacional. “Os agentes públicos que participam da definição dessas políticas têm informações privilegiadas e decidem sobre mudanças com impacto direto no cenário econômico. Portanto, devem cumprir um período maior de afastamento do mercado após desligamento do governo”, afirma Danilo Cabral. 

Daqueles que assumiram os cargos no início do governo, sete já deixaram as funções. Os últimos foram Salim Mattar e Paulo Uebel, responsáveis pelas privatizações e pela reforma administrativa, respectivamente. Antes deles, saiu do governo Mansueto de Almeida, ex-secretário do Tesouro Nacional. Este será o novo economista-chefe do Banco BTG Pactual. 

Também deixaram o governo Rubem Novaes (ex-presidente do Banco do Brasil), Caio Megale (ex-diretor de programas da Secretaria de Fazenda), Joaquim Levy (ex-presidente do BNDES), Marcos Cintra (ex-secretário da Receita Federal).

CAETÉS: OPOSIÇÃO ESCOLHE IRMÃO NALDINHO E SOBRINHO DE ZÉ DA LUZ PARA DISPUTAR AS ELEIÇÕES

terça-feira, 11 de agosto de 2020

A oposição de Caetés anunciou a chapa que vai disputar a prefeitura do município, na eleição de novembro próximo. Grupo chegou a um consenso e enfrentará os governistas tendo Irmão Naldinho como candidato a prefeito, com Júlio César Sampaio na vice. Naldinho foi o vereador mais votado em Caetés na última eleição, integrou o grupo de Armando, mas rompeu com o prefeito para alçar voos maiores.

O vice Júlio é da família de José Luiz Sampaio, o Zé da Luz, que foi prefeito em três oportunidades. Oposição está unida em torno dos candidatos, com o empresário Júlio da Farmácia, Galego, Benedito, o vice Severino Gordo, além dos vereadores Jocelino, Everaldo, Paulinho e Sebastião de Dedé. Naldinho e Júlio terão como adversário Nivaldo Tirri e Carlos do Correio. *Fotos reproduzidas do Blog Caetés na Íntegra. Fonte: blog do Roberto Almeida

SIVALDO ALBINO CONFIRMA SUA PRÉ-CANDIDATURA A PREFEITO DE GARANHUNS

sexta-feira, 07 de agosto de 2020

O deputado estadual Sivaldo Albino realizou uma Live na noite desta quarta-feira (05) em seu Facebook, ao lado dos presidentes dos partidos que fazem a Frente Popular no município, onde declarou oficialmente que é pré-candidato a prefeito de Garanhuns. Foi a primeira vez que Albino assumiu publicamente a postulação. A Live aconteceu sob as regras e cuidados de prevenção da pandemia.

O deputado iniciou a Live com um momento de oração pelas vítimas da Covid-19, fazendo também um breve relato de sua atuação parlamentar neste período junto ao Governo do Estado, o que possibilitou diversos investimentos no Hospital Regional Dom Moura, Hospital Nsa. Sra. Perpétuo Socorro, UPAE Garanhuns e também no hospital de campanha do município.

“Estamos aqui ao lado de Dorgival Figueiredo (PSB), Paulo Couto (PDT) e Rafael Peixoto (PSD), e aproveito para agradecer também o apoio do PCdoB, com sua presidente Isabella, para apresentar a Garanhuns nosso nome como pré-candidato a prefeito. Este projeto nasceu da participação de todos, principalmente do meio da sociedade, da população, que assim como nós, também querem a mudança, um novo olhar para Garanhuns, uma nova gestão, mais participativa e eficiente”. – Afirmou o pré-candidato a prefeito.
Albino contou um pouco de sua história, nascido em Garanhuns, começou a trabalhar como garçom e depois foi fiscal em uma empresa de transporte urbano. “Foi onde aprendi a ouvir.

Conversava com as pessoas, comecei a buscar formas de atender estas necessidades, e o caminho foi a política. Primeiro vereador, presidente da Câmara, e agora deputado, mas já com o pensamento, a vontade e o projeto de ser prefeito da cidade que nasci, para continuar atendendo às pessoas que precisam da presença do poder público municipal” – revela o deputado. Filho de Severino Albino, ex-vereador, Sivaldo registra ter aprendido muito sobre respeito, honestidade e vontade de trabalhar com seu pai.

Deputado Estadual, líder do PSB na ALEPE, Sivaldo Albino falou sobre a sintonia com o ex-governador Eduardo Campos, quando ingressou no partido socialista, e depois com Paulo Câmara, tornando-se um dos interlocutores da região junto ao governo, possibilitando investimentos que melhoraram a vida da população. Esta relação tem sido tão próxima que muitos davam por certa a pré-candidatura de Sivaldo Albino a prefeito de Garanhuns, com o apoio da Frente Popular de Pernambuco. E parece que estavam certos, pelo anúncio que vimos esta noite.

Sem entrar em detalhes, Sivaldo Albino afirmou que estará apresentando um Plano de Governo real, que está sendo elaborado ouvindo importantes setores da sociedade e econômicos. “Garanhuns precisa avançar, priorizar o desenvolvimento econômico aliado ao social. O futuro traz novos desafios, e estaremos prontos para eles, com muita determinação. Saúde, educação, assistência social, turismo, cultura, esporte e lazer, segurança, entre tantos outros assuntos, devem ser debatidos sob um novo olhar, e apresentamos a opção da mudança. Garanhuns precisa de uma nova forma de gestão”. – Defendeu.

Ao final, Sivaldo deu um recado aos seus pré-candidatos a vereador e vereadora, para ganharem as redes sociais, mostrarem a força da mudança, e agradecendo aos internautas, reafirmou sua vontade de ser prefeito de Garanhuns, nosso município. E para chegar lá, O Futuro Começa Agora! Fonte: Blog do Ronaldo César

PAULO CÂMARA RESSALTA AS MAIS DE 7 MIL VIDAS SALVAS EM PERNAMBUCO

terça-feira, 04 de agosto de 2020

O governador Paulo Câmara confirmou, nesta segunda-feira (03.08), a tendência de queda no número de vítimas da pandemia no Estado, e ressaltou que as medidas tomadas pelo Governo de Pernambuco no enfrentamento ao novo coronavírus conseguiram salvar mais de sete mil vidas. Em maio, o Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde (IHME), da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, projetou que no início de agosto, Pernambuco teria contabilizado aproximadamente 14 mil mortes provocadas pela Covid-19.

Após a análise dos dados, foi constatado que o mês de julho registrou menos ocorrências que junho, maio e até mesmo abril, quando houve a aceleração do contágio em Pernambuco. “Essa curva descendente de mortes mostra que chegamos ao início de agosto com mais de sete mil vidas salvas aqui no Estado. Abertura de leitos, distribuição de máscaras, isolamento social, além de um plano de convivência feito com muita responsabilidade são exemplos do nosso esforço, que contribuiu para contrariar a previsão dos especialistas americanos”, afirmou o governador.

Paulo Câmara observou que, mesmo diante desses números, Pernambuco tem um longo caminho pela frente no combate à disseminação do vírus. “Continuamos ampliando nossa capacidade de atendimento em todas as regiões do Estado. Não há vacina, nem medicamento de eficácia comprovada contra a Covid-19. Portanto, a prevenção permanece sendo a nossa melhor estratégia para reduzir a curva de contágio da doença”, concluiu o governador.

O Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde é uma organização global de pesquisa que fornece medidas minuciosas dos problemas da saúde mais importantes do mundo e avalia as estratégias utilizadas pelos gestores para resolver tais questões. Dezenove estados brasileiros estavam na lista analisada pela instituição. Link com o pronunciamento do governador: https://we.tl/t-9dZCpveDG6
Confira a previsão publicada em 25 de maio: http://www.healthdata.org/sites/default/files/files/Projects/COVID/PressRelease_Brasil-Portuguese-0525.pdf

TEREZINHA: PREFEITO MATHEUS MARTINS TESTA POSITIVO PARA A COVID-19

terça-feira, 04 de agosto de 2020

O prefeito da cidade de Terezinha Matheus Martins, anunciou em suas redes sociais na tarde desta segunda-feira (3), que testou positivo para a Covid-19. Pelas informações repassadas por ele mesmo, o resultado doe exame laboratorial saiu pela manhã e logo cuidou em comunicar a população do seu Município. Matheus informou ainda que está reagindo bem ao tratamento já iniciado e espera que brevemente esteja curado da enfermidade. Disse que se sentiu mal e precisou utilizar um respirador mecânico, já que estava sentindo dificuldades para respirar.

Apesar de muito jovem, o gestor disse que faz parte do grupo de risco. Falou ainda que começou a sentir os primeiros sintomas na quarta-feira da semana passada e decidiu ficar em isolamento social juntamente com sua esposa, sendo acompanhado por uma equipe médica. Confira a nota publicada por Matheus Martins:

“Amigos hoje pela manhã recebi o resultado de exame laboratorial positivo para COVID-19. Continuarei o meu isolamento e se Deus quiser quando sair dessa de forma segura voltarei a trabalhar por todos vocês! Forte abraço e orem por nós.”

BOM CONSELHO COMEMORA SEUS 128 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA

segunda-feira, 03 de agosto de 2020

O Município de Bom Conselho comemora nesta segunda-feira, dia 3 de agosto, 128 anos de emancipação política. Confira a história desse Município que fica localizado no Agreste Meridional pernambucano. O Município está localizado na Região Nordeste do país. Pertence à Mesorregião do Agreste Pernambucano e a Microrregião de Garanhuns. Dista aproximadamente 282 km da capital do estado, Recife, 36 km de Garanhuns, 28 km de Palmeira dos Índios, no estado de Alagoas e 176 km da capital alagoana, Maceió. Sua população, conforme estimativas do IBGE de 2018, era de 48 336[2] habitantes.

As referências históricas da relação do município com a presença holandesa na cidade vão desde arquitetura até religião e do turismo ao ecoturismo. Um dos locais turísticos é a Caverna dos Holandeses, que atualmente é uma propriedade privada e precisa-se de guias para levar a uma espécie de gruta, que foi um abrigo para os holandeses durante a invasão holandesa no nordeste brasileiro. Também ocorre a visitação nas cachoeiras do Pinta e da Rainha Isabel e a corredeira Poço da Nêga.

As terras onde atualmente localizam-se o município de Bom Conselho, foram inicialmente habitadas pelas tribos Xucuru e Fulni-ô. Em 1630, no período da invasão holandesa, organizou-se na localidade um quilombo, conhecido como Quilombo de Pedro Papa-Caça que atualmente chama-se Quilombo de Angico.[6] O nome se referia à estratégia utilizada pelos habitantes de esconderem-se nas matas, cultivando mais a caça do que a agricultura.

Sabe-se que durante vários meses, o Capitão holandês Johannes Blaer van Rijnbach ou João Blaer (em português) permaneceu nas terras onde atualmente correspondem a região do Bulandi, em Bom Conselho, com o objetivo de descrever e destruir o Quilombo dos Palmares, juntamente com Bartolomeu Lintz e sob ordem do Governo de Johan Maurits van Nassau-Siegen ou Maurício de Nassau, como era conhecido. Era a “Guerra do Mato”, já em 1645.[7]

Em 1645, a comunidade foi desmantelada pela expedição militar chefiada por Johannes Blaer van Rijnbach, que estabeleceu ali uma colônia holandesa. Com o triunfo da Insurreição Pernambucana, que levou às duas batalhas do Guararapes, a primeira em 19 de abril de 1648 e a segunda em 19 de fevereiro de 1649, respectivamente, terminou o domínio holandês sobre o Nordeste brasileiro, culminando na partida dos últimos navios holandeses em 1654. No entanto, é de conhecimento público que boa parte dos colonizadores oriundos dos Países Baixos decidiram permanecer no Brasil, como o caso da família Holanda, ainda existente no município.

Durante o final do século XVII e início do século XVIII, espalharam-se rumores que Johannes Blaer van Rijnbach teria enterrado um tesouro nesta região, e em meados de 1680, um grupo de holandeses sob a liderança de René Belosch, que tinha posse de um suposto mapa que revelava a localização deste tesouro, vieram para Bom Conselho, onde por sua vez começaram a cavar e construir abrigos no topo de uma serra. Após alguns anos morando em cavernas, esse grupo, tendo sido perseguido por portugueses e luso-brasileiros, fugiram para Alagoas e de lá seguiram rumo desconhecido, abandonando sua busca.

As terras do atual município se tornaram uma uma sesmaria concedida a Jerónimo de Burgos de Sousa e Eça e, em 23 de julho de 1712, foi vendida para o português de origem judia e convertido ao cristianismo Manuel da Cruz Vilela, que deu início à organização da fazenda Papa-Caça.[8] É também especulado que a família Vilela teria vindo para a localidade a fim de procurar ao suposto tesouro de van Rijnbach, e que por muitos anos e gerações se dedicou a esta tarefa, no entanto sem obter sucesso.

Após o falecimento de Manuel da Cruz Vilela, seu filho Antônio Anselmo da Costa Vilela assumiu as fazendas e associando-se a Joaquim Antônio da Costa, deu início ao povoamento de Bom Conselho. Com o crescimento da população, em 1887, transformou-se em freguesia. A partir de 1860 passou a denominar-se Bom Conselho em razão da construção do monumental Colégio Nossa Senhora do Bom Conselho, o primeiro educandário de grande porte para a educação feminina no Nordeste e por sugestão de Frei Caetano de Messina, capuchinho italiano, natural de Messina e fundador da cidade. É célebre sua frase: “Educando-se uma menina, educa-se uma mãe; educando-se uma mãe, transforma-se uma sociedade”.

Em 3 de agosto de 1892, Bom Conselho tornou-se município autônomo, através da Lei provincial nº 52. Seu primeiro governo municipal foi empossado em 28 de dezembro do mesmo ano, data em que ocorre anualmente a festa de emancipação de Bom Conselho. Localiza-se a uma latitude 09º10’11” sul e a uma longitude 36º40’47” oeste, estando a uma altitude de 654 metros. Possui uma área de 786,2 km². O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005.[9] Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

O município está inserido em sua maior parte no Planalto da Borborema, com relevo suave e ondulado. Ao sul, parte da área insere-se na Depressão Sertaneja. A vegetação nativa é composta por caatinga hiperxerófila com trechos de Floresta Caducifólia. Bom Conselho encontra-se nos domínios do Grupo de Bacias de Pequenos Rios Interiores e tem como ´principais tributários são os rios Paraíba, Bálsamo, Salgado e Traipu, e os riachos do Umbuzeiro, do Barro, do Trigo, do Caboclo, Seco, dos Mares, dos Campos e o Córrego Lambari. Todos estes cursos d’água são intermitentes.

O microclima do município possui três regiões distintas: o sertão, o agreste e a mata. O sertão ocorre próximo aos municípios de SaloáIati (PE), Minador do Negrão e Palmeira dos Índios (AL) e aí desenvolve-se a agricultura de sequeiro. O clima característico do agreste é observado próximo aos municípios de Terezinha e Saloá. As principais atividades econômicas neste microclima são a pecuária, o extrativismo e a cultura de caféalgodãomilhofeijão e leguminosas nativas. Na fronteira com Lagoa do Ouro (em Pernambuco) e Palmeira dos Índios e Quebrangulo (Alagoas), observa-se clima próprio da zona da mata possui nascentes e remanescentes da mata atlântica.

JUSTIÇA DETERMINA QUE PRESIDENTE DA CÂMARA DE IATÍ ANULE PORTARIA QUE CRIOU CPI CONTRA TONHO DE LULA

sexta-feira, 31 de julho de 2020

O juiz de direito da comarca de Iatí/PE, determinou através de sentença judicial que o presidente da Cãmara de Vereadores daquela cidade, Renato Almeida (PP), anule a portaria n.º 009/2019, que tratava da abertura da Comissão Especial de Inquérito, também conhecida como CPI, para apuração de irregularidades na gestão do prefeito Antônio José de Souza, o Tonho de Lula do PSB, por estar eivada de ilegalidade e aplica multa diária de R$ 1.000,00 (mil reais), em caso de descumprimento.

Pelo que foi apurado por este blog, a CPI não foi legalmente constituída e não tinha um fato determinado a ser apurado, o que se exige nesses casos. A comissão foi criada através do Requerimento n.º 0022/2019 e foi assinada pelos vereadores Renato Almeida (Presidente), Alcí Tenório, Sebastião Victor e Rosilda Tenório, todos da bancada de oposição ao prefeito. O prefeito Tonho de Lula resolveu impetrar Mandado de Segurança alegando que o ato de criação era ilegal por desrespeitar procedimento previsto na lei orgânica, pois além de não ter sido votada em plenário, tem como objeto fato indeterminado.

A sentença deste processo foi assinado pelo magistrado, Dr. Patrick de Melo Gariolli no último dia 24 de julho de 2020 e acatou o Mandado de Segurança impetrado pelo prefeito Tonho de Lula e determinando o fim da Comissão Parlamentar de Inquérito. Abaixo, está a sentença contendo todos os detalhes desta decisão.

PREFEITO APELA A POLÍTICOS PELO NÃO FECHAMENTO DA COMARCA DE IATÍ

domingo, 26 de julho de 2020

O prefeito da cidade de Iatí, no Agreste do Estado, protocolou o ofício n.º 144/2020, endereçado ao Desembargador Presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, aos deputados federais Fernando Monteiro e Tadeu Alencar, além dos senador Humberto Costa, apelando para que a comarca do Município não seja fechada, e, consequentemente, que não seja agregada à comarca de Saloá.

Entre os motivos apontados pelo gestor, está a de que a justiça deve está a disposição de toda a população como um direito fundamental e Constitucional. Por último, ele alega, que caso seja realmente necessária a agregação, que seja de forma inversa, ou seja, a comarca de Saloá seja incorporada a de Iatí. Ele alega que Iatí tem maior população, território e renda per capita.

Mas, ao que tudo indica, o estudo realizado pelo Tribunal de Justiça, através da COPLAN – Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica, analisa o número de processo das comarcas, domicílio dos magistrados e servidores, premiação do Selo Unicef entre outros requisitos listados abaixo. Confira a íntegra do documento:

1. Distância entre as comarcas limítrofes;

2. Números das Comarcas • Quantidade de casos pendentes • Taxa de congestionamento • Premiação do Selo de Eficiência em 2019;

3. Referência de agregação do TRE, quando possível;

4. Macroeconomia • Produto Interno Bruto • Transferências aos municípios;

5. Economicidade • Prédio do Fórum se próprio, alugado ou cedido • Verbas de acumulação;

6. Domicílio do magistrado e da maioria dos servidores.

JÚLIO CÉSAR DA FARMÁCIA DESISTE DA DISPUTA PELA PREFEITURA DE CAETÉS

sábado, 25 de julho de 2020

Uma notícia caiu como uma bomba no Município de Caetés, no Agreste do Estado, na manhã deste sábado, dia 25 de julho de 2020. É que o empresário Júlio César Melo Rocha, mais conhecido na região como Júlio César da Farmácia, anunciou a sua desistência de disputar a prefeitura de Caetés. Júlio César reconheceu que “ingressar na política não foi uma de suas decisões mais sábias”, e deixa transparecer em sua fala a sua decepção com o meio político.

O agora ex-pré-candidato, disse que sua difícil decisão, se deu depois de se reunir com seus familiares e agradeceu a todos que o apoiaram durante os últimos meses. A oposição em Caetés agora busca um novo nome para substituir Júlio César na chapa majoritária para as eleições de novembro. Com a saída dele, o grupo do prefeito Armando Duarte deve caminhar a passos largos para selar os nomes de Nivaldo Tirrí e Carlos do Correio na sucessão.

CODEVASF VAI ATENDER TODOS OS MUNICÍPIOS DE PERNAMBUCO

quarta-feira, 22 de julho de 2020

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta segunda-feira (20), o PL 4381/2020, que amplia a presença da atuação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Com a aprovação, que contou com apoio do Governo e da Oposição, a Companhia vai atender todas as cidades de Pernambuco e Estados onde antes não atuava. Segundo o deputado SIlvio Costa Filho (Republicanos), relator da proposta, a Codevasf é um instrumento importante para acolher milhares de agricultores e trabalhadores do campo, além de estimular a economia dos municípios. 

“A Companhia é um instrumento fundamental para o desenvolvimento regional e tem um papel importante para ativar a economia. Tivemos a oportunidade de construir o relatório com a Bancada do Governo e com a Oposição, que entendem a importância dessa matéria. Além disso, conversamos com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que defende a ampliação. Não tenho dúvida que ampliando a cobertura, a Codevasf vai atender os municípios de Pernambuco, do Norte e do Nordeste, ajudando no fortalecimento dos Estados e das cidades”, destacou o parlamentar. 

Atualmente, o órgão atua nas bacias hidrográficas de muitos estados brasileiros de forma direta e através de parcerias para desenvolver a agricultura irrigada, revitalizar bacias hidrográficas, estruturar atividades produtivas e oferecer água para dar segurança hídrica. A Codevasf está em constante processo de incorporação de áreas e introdução de novas tecnologias e culturas, contribuindo para o aumento das exportações e para a geração de superávits comerciais através da oferta de produtos nobres e de alto valor comercial.

Com a ampliação aprovada, a Companhia terá sede e foro no Distrito Federal e atuação nas bacias hidrográficas dos rios São Francisco, Parnaíba, Itapecuru, Mearim, Gurupi, Turiaçu, Pericumã, Una, Real, Itapicuru e Paraguaçu, nos estados de Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Goiás, Piauí, Maranhão, Ceará, Mato Grosso, Pará, Tocantins, Distrito Federal, Paraíba e Rio Grande do Norte, e poderá instalar e manter no País órgãos e setores de operação e representação. “Quem conhece a Codevasf, sabe da sua importância, por isso precisamos, não só trabalhar pela ampliação, mas também pelo seu fortalecimento”, frisou.